Sobre o PDR

Vandalismo poético

Disseminar o amor, o empoderamento, a sororidade, a força, o “oi, estou aqui” para alguém que está do outro lado da tela.

Uma flor nasceu na rua

Sempre tive o costume de salvar no meu celular fotos e imagens que me impactavam na internet e dividir em pastas: inspirações, girl power, signos... e poesias de rua.  Foi quando me dei conta de que as ruas estão cheias delas e comecei a fotografá-las.

Camila Miranda

Sobre nós

image-placeholder

Camila Miranda

Apaixonada pelas ruas. Alguém afim de dar voz às pílulas de incentivo dos muros. Quero tirar o gosto amargo da monotonia das ruas cinzas. Vem comigo?

Jornalista, assessora e contadora de histórias no Poesia de Rua.

www.facebook.com/milaamiranda

www.instagram.com/milaamiranda

image-placeholder

Larissa Alves

Feita de sentimentos. Ora bons, ora ruins, mas sempre intensos. Li num poste uma vez a frase: “quebro relógios para ser infinita” – e me definiu. Foi então, que me dei conta: a rua expressa o que o mundo sente. Alguém precisa registrar isso – e sou disposta diariamente.

Estudante de jornalismo e colaboradora do Poesia de Rua.

www.facebook.com/larialves13

www.instagram.com/larialves3